Histórico

Torneio de seleções mais antigo do mundo, a Copa América foi criada em 1916, quando a Argentina resolveu montar um torneio de futebol para a comemorar o primeiro centenário de sua independência. Com a participação de Brasil, Chile e Uruguai, o evento gerou muita expectativa na época, sendo decisivo para a fundação da Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) no mesmo período. Dessa forma, nascia então a primeira competição de seleções mundial.

O Uruguai, uma das potências do futebol no início do século passado, estragou a festa argentina e conquistou o primeiro título sul-americano. O sucesso do torneio fez com que a Conmebol programasse a competição para os anos seguintes, em cada um dos quatro países que jogaram a primeira edição. Assim, em 1917, o torneio foi disputado novamente. O Uruguai, que outra vez ficou com o título, ganhou também o troféu Copa América, criado pela Conmebol naquele ano.

Desde então, a competição foi realizada mais 38 vezes, chegando agora à sua 41ª edição. Argentina e Uruguai, com 14 títulos cada, são os maiores vencedores do principal torneio das Américas. O Brasil, com seis conquistas, Paraguai e Peru, com dois troféus cada um, e Bolívia e Colômbia, com um título cada, são os outros ganhadores da Copa América.

Em 1975, a competição - conhecida então como Campeonato Sul-Americano de Seleções -, passa a ser chamado oficialmente de Copa América. No mesmo ano, o torneio deixa de ser disputado numa única sede. Surpreendentemente, o Peru faz a final com a Colômbia, e conquista a Copa pela primeira vez. Nas duas edições seguintes, o sistema de disputa se repete, e Paraguai e Uruguai ficam com a taça.

A Copa América volta a ter uma sede fixa em 1987 e passa a ser disputada a cada dois anos. Na Argentina, o Uruguai vence o Chile e fica com o bicampeonato. Na edição seguinte, em 1989, o anfitrião Brasil quebra um jejum de 40 anos, e fica com o título da Copa América. A partir daí, a Conmebol define um sistema de rodízio para os países sedes. Nas próximas edições, o torneio começa a ser disputado em cada um dos dez filiados à entidade.

Em 1993, a Copa América ganha mais dois convidados por edição, visando ampliar a disputa para a América Latina. México e Estados Unidos, da Concacaf, entram na disputa e já na primeira edição conseguem bons resultados. O México, com uma bela campanha, chega à final, mas acaba sendo derrotado pela forte Argentina, então bicampeã. Nos anos seguintes, Japão, Honduras, Costa Rica são alguns dos convidados pela Conmebol.

Em 2004, no Peru, o torneio chega a sua 41ª edição, com a presença de 12 países (dez da América do Sul mais México e Costa Rica). Programado para ser disputado entre os dias 6 e 25 de julho, a Copa América será o principal evento de seleções do ano, ao lado da Eurocopa.

Edições Anteriores: