Regulamento
Capítulos:
I. Organização - Participação VII. Jogos
II. Troféus - Direção VIII. Comissão Disciplinar
III. Sistema de Acompanhamento IX. Antidoping
IV. Inscrições - Delegações - Lista de Jogadores X. Normas Econômicas
V. Uniformes XI. Coordenação prévia dos jogos
VI. Arbitragem XII. Disposições finais


Capítulo VI. Arbitragem


ARTIGO 10

1. A indicação dos árbitros do Torneio estará sob a responsabilidade da Comissão de Árbitros da Confederação Sul-Americana de Futebol.

2. A Comissão de Árbitros da Confederação Sul-Americana de Futebol nomeará um árbitro que tenha seu nome incluído na lista internacional da FIFA, assim como os que atuarão como árbitros, árbitros assistentes e quarto árbitro.

3. A Comissão de Árbitros indicará o árbitro e os árbitros assistentes para cada jogo, que deverão pertencer a Associações diferentes daquelas que estarão disputando a partida.

4. Após o fim do jogo, o árbitro entregará imediatamente a súmula ao delegado do Comitê Organizador da Confederação Sul-Americana de Futebol, que o incluirá no formulário oficial da Confederação Sul-Americana de Futebol.

5. Os árbitros terão direito a uma compensação diária de acordo com o estipulado nas respectivas Confederações Sul-Americanas de Futebol.

6. As despesas com alojamento e alimentação dos árbitros estarão sob a responsabilidade da Associação Nacional Organizadora.

7. As despesas com passagens aéreas da classe turística de cada árbitro, do lugar de residência até o local da disputa do torneio e a volta, será antecipada pela Associação Nacional Organizadora, mediante a entrega da passagem endossada a cada um deles.

8. Os gastos mencionados nos Itens 5, 6 e 7 deste artigo serão deduzidos das arrecadações que se obtenham pela venda de ingressos.

9. O COL estará obrigado a entregar uma cópia do vídeo de cada jogo à Comissão de Arbitragem, logo após o fim do mesmo.