Regulamento
Capítulos:
I. Organização - Participação VII. Jogos
II. Troféus - Direção VIII. Comissão Disciplinar
III. Sistema de Acompanhamento IX. Antidoping
IV. Inscrições - Delegações - Lista de Jogadores X. Normas Econômicas
V. Uniformes XI. Coordenação prévia dos jogos
VI. Arbitragem XII. Disposições finais


Capítulo VIII. Comissão Disciplinar


ARTIGO 12

1. Será constituída uma Comissão Disciplinar, que será composta da seguinte maneira:

1.1 O Presidente da Confederação Sul-Americana de Futebol ou aquele que for indicado.

1.2 Um membro da Comissão Organizadora.

1.3 Um representante das Associações Nacionais participantes. (titular e suplente).

2. A Comissão Disciplinar terá as seguintes responsabilidades:

2.1 Aplicar, sancionar, multar, suspender ou desclassificar as equipes, jogadores, comissão técnica, árbitros ou dirigentes que não obedecerem as normas do Torneio.

2.2 Suas decisões estarão baseadas no Código Disciplinar da FIFA e no regulamento de disciplina da CONMEBOL, podendo usar, para o cumprimento de suas responsabilidades, as súmulas escritas dos árbitros e do delegado oficial do jogo. A Comissão Disciplinar, dependendo da necessidade, poderá convocar pessoalmente qualquer das partes envolvidas no processo e/ou decidir o melhor procedimento a ser tomado para o cumprimento de sua incumbência.

2.3 Suas decisões serão válidas com o voto da simples maioria, incluindo o Presidente, que terá duplo voto em caso de empate. As decisões da Comissão Disciplinar não terão apelação.

2.4 Os membros da Comissão Disciplinar deverão desculpar-se de não participar, quando o caso em questão for o da Associação de seu país ou diretamente ligado a eles.

ARTIGO 13

1. A Comissão Disciplinar poderá aplicar sanções disciplinares pelas seguintes infrações:

1.1 Jogo violento.

1.2 Discutir as decisões do árbitro.

1.3 Ter atitudes incorretas para com outros jogadores.

1.4 Abandonar o campo do jogo sem a prévia autorização do árbitro.

1.5 Incidir em outros atos de má conduta esportiva sancionados pela FIFA.

2. Serão causas de expulsão:

2.1 O jogador que levar dois cartões amarelos no mesmo jogo será expulso da partida, merecendo a suspensão de um jogo, no mínimo.

2.2 Todas as demais causas que estão descritas no Regulamento de Disciplina da FIFA.

2.3 Toda a expulsão acarretará na suspensão automática de um jogo, no mínimo, a menos que a Comissão Disciplinar determine uma sanção maior de acordo com o relatório do árbitro, do delegado do jogo e do Comitê Organizador. No caso de reincidências das faltas e seguindo as Regras do Jogo, a suspensão será de duas partidas. Outras formas de reincidência, serão analisadas e sancionadas pela Comissão Disciplinar.

2.4 Se um jogo for suspenso pelo árbitro por agressões à sua pessoa ou a um jogador de uma das equipes, será sancionada a equipe da qual pertencem os agressores com a perda do jogo.

2.5 Se uma equipe abandona o campo de jogo ou se recusa a continuar, será multada em US$ 30,000.00 (trinta mil dólares americanos).

2.6 O não comparecimento de uma equipe a qualquer um dos jogos que lhe corresponde jogar será punido com uma multa de US$ 40,000.00 (quarenta mil dólares americanos) e este jogo não realizado será considerado ganho pela outra equipe adversária.

ARTIGO 14

1.Nos casos previstos nos Itens 2.4, 2.5 e 2.6, do artigo anterior, ficará registrado o resultado de 2-0 a favor da equipe ganhadora, sempre que o resultado for inferior ao que se registrava no momento em que o jogo foi suspenso ou abandonado. O caso será registrado, podendo a Comissão Disciplinar levar o ocorrido ao Comitê Executivo da Confederação Sul-Americana de Futebol, se entender que a gravidade dos fatos assim o exige.